margin-top:300px; "A GLÓRIA DA SEGUNDA CASA..." POR THAIS FERREIRA: Junho 2016

DANDO O BRAÇO A TORCER...



Certa vez li uma frase que me chamou atenção... Ela dizia:  “Talvez Deus não mude sua situação, mas ele está usando essa situação para mudar você. ” Fiquei impactada na hora que li, mas o tempo passou e eu havia me esquecido daquela frase. E hoje estava pedindo para Deus uma inspiração para escrever. 
 
Quando Ele me fez lembrar de uma situação que vivenciei numa empresa, onde havia uma moça que era totalmente fechada, ríspida, te olhava dos pés à cabeça, reparava na sua roupa, te olhava com um olhar agressivo, passava por você e nem se quer um bom-dia dava e a lista vai rsrs 
 
Fazia pouco tempo que eu estava trabalhando naquela empresa, na verdade semanas. E aquilo começou a me incomodar de tal forma que eu precisava agir. Mais como??? Como me aproximar de uma pessoa que se demonstrava tão agressiva? Como levar luz para ela? E Deus me mostrou a única saída: no campo espiritual. 
 
Muitas pessoas que não me conhecem, me prejulgam metida, nariz em pé... E eu sinceramente não sei porque, não sei se é meu jeito meio na “minha”, meu cabelo, o modo que me visto.... Ainda não descobri, um dia quem sabe! Haha E depois que me conhecem gostam de mim, me “bajulam” rsrs. Então imaginei que ela também teria essa mesma impressão. 
 
E Deus me falou que EU é quem deveria me aproximar e mudar aquele ambiente. Naquela altura eu tinha vontade de deixar aquela situação como estava e fingi que nada estava acontecendo que com o tempo me acostumaria, mas Deus me cobrava uma ação! Pedi sabedoria para Ele pois não sabia como lhe dar com aquilo. Lutei contra minha carne e fiz minha parte.... Dava bom-dia meigo aqui, um elogio ali, um sorriso acolá.... Discretamente ungi a cadeira dela, orava por ela e fui plantando. 
 
E aos poucos aquela pessoa que queria passar uma impressão de arrogante foi mudando. Quando nos encontrávamos nos corredores, ela é quem vinha me dar um bom-dia, o tom da voz dela para falar comigo começou a ser suave, ela começou a sorrir quando me via, descontraia. Resultado, passamos a nos dar muito bem. Inclusive até me fez um convite para festa de seu aniversário.
 
Tive que ir contra o orgulho, “achismo” e ir levar luz para aquela alma sofrida. Que no final, vi quão doce e meiga era. Aprendi com isso ter misericordiosa das pessoas, que muitas das vezes já vêm armadas para atacar por que elas também são atacadas. Passei a enxergar os dois lados. Imagine se eu ficasse no meu mundinho e não arregaçasse mangas para mudar aquele quadro, talvez até hoje ela seria da mesma forma do início. 
 
Bom, espero que de alguma forma essa mensagem abra a sua visão. E se você está passando por algum momento difícil de convivência com alguém. Seja em casa, no trabalho, escola, faculdade, vizinhança, não importa. O que importa é que VOCÊ é quem vai ser moldado nesta situação, e é VOCÊ quem conhece a Deus. Então, é VOCÊ quem vai dar o braço a torcer para Deus mudar essa situação. 
 
 
 
Na fé, 
Thais Ferreira